terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Até tenho uma certa vergonha do que vou contar, mas...

Sou uma pessoa chorosa. Não posso ver um programa na televisão que tenha um pouco mais de emoção que começo logo a  chorar. E com a qualidade dos programas de televisão da TV não paga que são transmitidos de manhã e de tarde, especialmente, é um ver se te havias com caixas e caixas de lenços gastos a ir para o lixo. Se vocês me perguntarem porque é que choro, nem eu consigo entender o porquê. Não tenho nem uma razão para estar a chorar. Mas de à uns anos para cá não consigo controlar os rios e rios de àgua a correm-me pela cara abaixo de cada vez que o pico da emoção sobe um bocadinho.
O mais estranho é que se forem coisas sérias e problemas a sério da minha vida, só consigo chorar em privado ou quando estou realmente muito nervosa. Fora isso sou um bloco de gelo. Mas quando os assuntos não me dizem directamente respeito, são crises infindáveis de choro...
Para quem leu isto e acha que esta minha faceta não pode ser uma coisa boa, pensem outra vez: é uma risota cá em casa de cada vez que eu choro nos fins dos filmes ou com os programas de domingo à noite e quando choro sempre perco líquidos e poupo dinheiro em diuréticos! Tenho ou não tenho razão?

4 comentários:

Roxanne disse...

tens que ver pelo lado positivo! ;)
olha que os diuréticos são caros e os lenços também! portanto, em tempo de crise tudo isso é vantajoso!

Maria disse...

A menina D. não ouviu o nosso 1º??? Vamos lá parar de ser piegas!

(deixa lá, que eu tb sou +/- assim...por ex, não há episodio da Anatomia de Grey, em que eu não me escangalhe!)

Dream disse...

tambem sou muito sentimentalista, mas ao contrario de ti, posso dizer q ate os meus problemas me fazem chorar em publico. é algo incontrolavel, enfim...

Xerazade disse...

Acho isso perfeitamente normal! Talvez porque isso me aconteça a mim imensas vezes!