sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Imaginem um mundo em que os empregados de bares/cafés/pastelarias/restaurantes e afins sabiam o que nos desejava só de olhar para nós. Que soubessem que queriamos uma torrada branquinha e um galão não muito quente. Ou que o queijo da tosta mista tem de ficar mesmo torradinho. Um mundo em que sempre que fossemos comer fora sairimos de lá super satisfeitos e saciados. Não era maravilhoso?

8 comentários:

PinUp Me disse...

Se seria maravilho? Seria...
Mas não era a mesma coisa :P

Já alguém dizia hihihi

standby disse...

Só se em vez de restaurante, fossemos à bruxa. ahahah

Susi disse...

Ai pooiiiis era! Vinha tudo sempre no ponto *.*

Ponto pequeno disse...

Era perfeito. Especialmente para aqueles dias em que queremos qualquer coisa mas não sabemos bem o quê.

Vanessa Gonçalves disse...

Assim era aborrecido !lol

Joana disse...

Ai se não era :D

O Profeta disse...

Inventei a ironia numa toada de vento
Roubei as asas a uma gaivota azul
Colei-lhes um poema cheio de penas
E enviei-o para uma tonta do sul

Inventei um mar numa bola de sabão
Roubei uma corda forte e boa
Atei um rol de mágoa à mesma
E afoguei-as nas águas de uma lagoa

Bom fim de semana


Doce beijo

D. disse...

Isso é que era, mas ao mesmo tempo se podiam ver isso também podiam ver os outros pensamentos. O que iria desencadear momentos awkward all the time LOL